Voltar para o topo

FAQ




GERAL

  • O que é a CBJ?

    A Confederação Brasileira de Judô (CBJ) é uma associação esportiva de fins não econômicos formada pelas suas Filiadas e tem por fim coordenar e organizar todos os aspectos relativos à prática e à gestão da modalidade Judô no território brasileiro.

    A CBJ é filiada à Confederação Sul-Americana de Judô (CSJ), à Confederação Pan-Americana de Judô (CPJ), à Federação Internacional de Judô (FIJ) e ao Comitê Olímpico do Brasil (COB), sendo reconhecida por esse como única representante da modalidade judô no Brasil perante o Movimento Olímpico.

    A Confederação Brasileira de Judô tem Bradesco como Patrocinador Master; Cielo como Patrocinador Oficial; e a Mizuno como Fornecedora Oficial. O Judô Brasileiro é praticado por cerca de 2 milhões de pessoas nos 26 estados da federação e no Distrito Federal, sendo também um dos esportes mais vitoriosos do país com 22 medalhas Olímpicas (4 ouros, 3 pratas e 15 bronzes). Há nove Jogos Olímpicos consecutivos (Los Angeles 1984 ao Rio 2016) o judô brasileiro sobe ao pódio.

  • Qual é a missão da CBJ?

    Representar e fomentar o Judô brasileiro com excelência, através de ações estratégicas inovadoras e socialmente responsáveis. Buscar constantemente a inovação no gerenciamento e desenvolvimento do Judô nacional, com a capacitação profissional e a preparação das equipes para o alto rendimento.  

  • Quem criou o Judô? O que significa a palavra Judô?

    Durante anos, o jovem Jigoro Kano se dedicou a fazer um estudo completo sobre as antigas formas de autodefesa e, procurando encontrar explicações científicas aos golpes, baseadas em leis de dinâmica, ação e reação, selecionou e classificou as melhores técnicas dos vários sistemas de Ju-jutsu em um novo estilo chamado de Judô, ou "caminho suave" - Ju (suave) e Do (caminho ou via).

    Em 1882, o mestre Kano fundou o Instituto Kodokan. O termo Kodokan se decompõe em ko (palestra, estudo, método), do (caminho ou via) e kan (Instituto). Assim, significa "um lugar para estudar o caminho", o que explica muito bem a intenção do fundador da arte. Além de tornar o ensino da arte marcial como um esporte, Jigoro Kano desenvolveu uma linha filosófica baseada no conceito ippon-shobu (luta pelo ponto perfeito) e um código moral. Assim, ele pretendeu que a prática do Judô fortalecesse o físico, a mente e o espírito de forma integrada.

    Com seu trabalho, Jigoro Kano conseguiu criar uma modalidade que não se restringe a homens com vigor físico, se estendendo a mulheres, crianças e idosos, de qualquer altura e peso.

  • Quem pode praticar Judô?

    O judô é um esporte universal que pode ser praticado por mulheres, homens, crianças, jovens e idosos de qualquer altura e peso.

  • Onde treinar Judô no Brasil?

    A melhor forma de encontrar uma academia de judô perto de onde você mora é entrando em contato com a Federação de Judô do seu estado. Veja aqui os contatos das 27 Federações Estaduais de Judô. http://www.cbj.com.br/federacoes/

    Você também pode procurar por dojôs clicando aqui. http://www.cbj.com.br/onde_treinar/

  • Quais são as regras do Judô?

    Clique aqui e leia o Guia Oficial de Regras de Competição da Federação Internacional de Judô. http://99e89a50309ad79ff91d-082b8fd5551e97bc65e327988b444396.r14.cf3.rackcdn.com/up/2018/03/Explanatory_guide_of_the_judo_-1520605350.pdf

  • Quantas medalhas olímpicas tem o Judô Brasileiro?

    22 medalhas Olímpicas (4 ouros, 3 pratas e 15 bronzes). Veja aqui a lista completa dos medalhistas olímpicos e mundiais do judô brasileiro.
    http://www.cbj.com.br/galeria_de_campeoes/

ALTO RENDIMENTO

  • Como é formada a seleção brasileira de judô?

    A Seleção Brasileira de judô é renovada anualmente. Classificam-se para a seleção:

     . Campeão do Ranking Nacional do ano anterior

     . Atleta da Seleção Brasileira do ano anterior que esteja no Ranking Mundial da FIJ emitido até o Grand Slam do Japão no ano anterior, até o 18º lugar (masculino e feminino), sem descarte, desde que tenham vencido 1 (uma) luta em ao menos 2 (dois) eventos de ranqueamento nacional (Estadual, Brasileiro Regional, Taça Brasil Sub21, Troféu Brasil ou Campeonato Brasileiro) na sua respectiva categoria de peso;

     . Atletas classificados pela seletiva olímpica.

  • Quem são os atletas classificados para a Seletiva Olímpica?

    . Atletas da Seleção Brasileira em 2018 que não estejam no Ranking Mundial da FIJ emitido até o Grand Slam do Japão no ano anterior, até o 18º lugar (masculino e feminino), sem descarte, desde que tenham vencido 1 (uma) luta em ao menos 2 (dois) eventos de ranqueamento Nacional (Estadual, Brasileiro Regional, Taça Brasil Sub21, Troféu Brasil ou Campeonato Brasileiro) na sua respectiva categoria de peso;

     . Atletas classificados entre a 2ª e 9ª colocação no Ranking Nacional Sênior Após o Campeonato Brasileiro Sênior do ano anterior;

     . Atletas indicados pela comissão técnica da CBJ.

  • Quando ocorrem as Seletivas Olímpicas?

    As seletivas ocorrem anualmente, com exceção ao ano anterior ao ano Olímpico (Não há seletiva em 2019, 2023, etc)

  • Quantas vagas existem na seletiva?

    O número de vagas a serem disputadas em cada categoria de peso na Seletiva Nacional depende da quantidade de atletas já classificados para a seleção. O número de vagas é sempre divulgado juntamente com a circular do evento.

  • Quais são os eventos que fazem parte do Ranking Nacional Sênior?

     . Campeonato Brasileiro Sênior Final – Top 27

     . Troféu Brasil Interclubes

     . Taça Brasil Sub21

     . Campeonato Brasileiro Regional

     . Campeonato Estadual – Federação

  • Quantos pontos cada evento nacional distribui para o ranking sênior?

  • Quem pode participar dos eventos da Federação Internacional?

    A Gestão de Alto Rendimento da Confederação Brasileira de Judô estabeleceu critérios para a convocação e processos de adesão para os Eventos oficiais da Federação Internacional.

    Além disso, é importante frisar que, somente podem participar destes eventos, atletas devidamente registrados e em dia com suas obrigações no sistema Zempo (CBJ) e registrados e em dia com suas obrigações no sistema Judobase (FIJ).

CATEGORIAS DE BASE

EVENTOS NACIONAIS

  • Quais são as competições organizadas pela CBJ?

    A CBJ é responsável pela organização e realização das seguintes competições nacionais de judô: Campeonatos Brasileiros Regionais (Região I, Região II, Região III, Região IV e Região V); Campeonatos Brasileiros Sub-13, Sub-15, Sub-18, Sub-21 e Sênior; Troféu Brasil Interclubes; Grand Prix Nacional de Judô; Seletivas Nacionais Sub-18, Sub-21 e Sênior (Olímpica); Campeonato Brasileiro Interclubes - Taça Brasil Sub-21; e Campeonato Brasileiro Interclubes - Meeting Nacional Sub-18 e Sub-21.

  • Quem pode participar das competições organizadas pela CBJ?

    Atletas Federados, com situação regular no Zempo, em dia com as obrigações junto à sua respectiva Federação Estadual e cumprir com os requisitos de classificação exigidos pela competição em que tem interesse em participar. Cada competição tem um regulamento específico que pode ser verificado no Regulamento Nacional de Eventos da CBJ. Clique aqui. http://www.cbj.com.br/normas_e_regulamentos/?ano=2018&filtro=tecnica_nacional_de_eventos

  • Como participar das competições organizadas pela CBJ?

    As inscrições para participar das competições organizadas pela CBJ devem ser feitas por meio da plataforma Zempo (www.zempo.com.br) de acordo com os critérios e prazos estabelecidos no regulamento de cada competição.   

ZEMPO

  • O que é o Zempo?

    Zempo.com.br é o sistema digital oficial de informação desenvolvido e reconhecido pela Confederação Brasileira de Judô. É uma ferramenta de gestão administrativa e de gestão de competições de judô a nível estadual, regional e nacional.

  • Quem pode ter acesso ao Zempo?

    O acesso às informações contidas no Zempo é aberto aos atletas federados, técnicos federados, árbitros federados, clubes federados, Federações Estaduais de Judô e membros da gestão administrativa da CBJ.

  • Como se cadastrar no Zempo?

    Os cadastros de Atletas, Técnicos e Árbitros no Zempo devem ser feitos por seus respectivos clubes e, em seguida, homologados pela Federação Estadual e pela CBJ.

  • Como o usuário pode alterar sua senha de acesso ao Zempo?

    Existem duas maneiras de recuperar a sua senha do Zempo:

    a) solicitar ao seu clube/associação que gere uma nova senha;

    b) diretamente no Zempo, acessar o campo “esqueci minha senha”.

PATROCINADORES
Apoio
PARCEIROS DE MÍDIA
Apoio Governamental
Lei de incentivo ao esporte Ministério do esporte
Apoio
Travel Ace Assistance
Receba novidades da CBJ
Siga-nos nas redes sociais
Confederação Brasileira de Judô
Rua Capitão Salomão, 40 - Humaitá - Rio de Janeiro - RJ / Brasil / CEP: 22271-040
Tel: 55 21 2463-2692 / Fax: 55 21 2462-3274
Website por RDWEB