Voltar para o topo

Notícias

18/06/18 15:48

Atletas e técnicos da seleção brasileira de judô se posicionam contra a Medida Provisória nº 841

Em treinamento no Japão, judocas mandaram apoio em defesa do esporte contra MP que retira recursos da Saúde, da Educação, da Cultura e do Esporte

A seleção brasileira de judô se posicionou unida contra a Medida Provisória nº 841 de 2018 publicada na última segunda-feira, 11, que dispõe sobre o Fundo Nacional de Segurança Pública (FNSP). A MP retira verba de investimento no Esporte, na Cultura e na Educação, redirecionando esses recursos para a segurança pública. 

Em treinamento de campo em Tóquio, no Japão, sede dos próximos Jogos Olímpicos, atletas e técnicos da seleção principal saíram em defesa do esporte, lembrando seu poder de transformação social e combate à violência. 

"Comecei a praticar judô aos 5 anos de idade na associação de moradores da Cidade de Deus. Aos 8 anos, fui para o projeto social do Flavio Canto, o Instituto Reação, onde comecei a competir e tive oportunidades que fora do esporte eu não teria. Minha família não tinha dinheiro, às vezes, nem para a compra do mês. Nunca imaginei que viajaria para São Paulo, Rio Grande do Sul e hoje estou aqui no Japão com a seleção brasileira de judô, me tornei a primeira brasileira campeã mundial e olímpica de judô. O esporte é educação, é saúde, é cultura e eu sou contra a MP 841", defendeu Rafaela Silva

"O esporte transformou a minha vida e eu sou contra a MP 841", afirmou Sarah Menezes, que conheceu o judô na escola, em Teresina, sua cidade natal, e venceu os Jogos Escolares da Juventude antes de se tornar a primeira mulher brasileira campeã olímpica de judô em Londres 2012.

Para o peso-pesado Rafael Silva, dono de duas medalhas olímpicas de bronze (Londres 2012 e Rio 2016), a Medida Provisória prejudicará a formação de novos atletas, já que afeta diretamente o investimento na base do esporte. 

"Eu sou contra a MP 841 que está ceifando os recursos do esporte, principalmente na base, onde a garotada mais precisa de investimento para poder transformar a vida das crianças, tirá-las das ruas colocando-as para praticar esporte ", disse. 

"O esporte transmite valores como determinação, humildade, lealdade, espírito de equipe, entre outros, e a própria atividade esportiva previne doenças. No mundo todo se sabe que o esporte impacta diretamente na saúde, na educação e na própria segurança pública. O governo está usando a teoria do cobertor curto. Retira o investimento de um lugar para cobrir uma falha no país e criar um buraco em outro lugar. Não vamos deixar isso acontecer. Todos contra a MP 841", pediu Victor Penalber

Os quatro judocas são integrantes da Comissão de Atletas da CBJ ao lado de Mayra Aguiar, Mariana Silva e Henrique Guimarães. 

Representante dos atletas na Assembleia Eletiva da CBJ, Luciano Corrêa também posicionou-se firmemente contra a Medida Provisória em vídeo publicado na sexta-feira, 15, em seu perfil nas redes sociais. 

"A MP 841 é uma medida absurda e criminosa que o governo está praticando contra toda a população, principalmente contra os jovens e crianças. Esporte é sinônimo de valorização da cidadania, de estímulo à saúde, combate à violência urbana e ao uso de drogas. Tudo isso são os benefícios do esporte. Espero que o Congresso Nacional não aprove essa MP 841", declarou o campeão mundial. 

A Medida Provisória nº 841 visa retirar mais de 500 milhões de reais do investimento do governo no Esporte, que é, comprovadamente, uma das ferramentas mais poderosas de combate à violência, inclusão social e cidadania. Por isso, a CBJ também se posicionou a favor do Esporte e #ContraMP841 assinando o Manifesto Esporte pelo Brasil. Leia aqui. 

O Senado Federal abriu consulta pública e é possível opinar a favor ou contra a preposição da MP 841 clicando aqui. 






Visualizar mais fotos


Veja Também
18/03/19 09:59 Confederação Brasileira de Judô celebra 50 anos de fundação 17/03/19 12:01 Maria Suelen Altheman é campeã e Brasil volta da Rússia com seis medalhas no Grand Slam de Ecaterimburgo 16/03/19 16:47 Em campanha com vitórias sobre medalhista olímpica e japonesa, Maria Portela conquista a prata do Grand Slam de Ecaterimburgo 16/03/19 16:30 Após Assembleia, CBJ promove reunião técnica com Federações 15/03/19 18:26 Assembleia Geral Ordinária aprova contas, parecer do Conselho Fiscal e relatórios da CBJ 15/03/19 11:05 Brasil teve Takabatake (60kg) e Cargnin (66kg) em sétimo no primeiro dia do Grand Slam de Ecaterimburgo 14/03/19 15:43 Brasileiros estreiam no Grand Slam da Rússia na madrugada desta quinta para sexta-feira 13/03/19 11:59 Seleção chega à Rússia para a disputa do Grand Slam de Ecaterimburgo 12/03/19 17:27 CBJ prestigia inauguração da escultura #SomosTimeBrasil na contagem regressiva para Tóquio 2020 12/03/19 09:42 500 dias para Tóquio 2020 - Novas cores de tatami e lançamento oficial do pictograma do Judô
PATROCINADORES
PATROCINADOR OFICIAL
FORNECEDOR OFICIAL
Apoio
PARCEIROS DE MÍDIA
Apoio
Travel Ace Assistance
Siga-nos nas redes sociais
Confederação Brasileira de Judô
Horário de funcionamento: Segunda à Sexta das 9h às 18h
Rua Capitão Salomão, 40 - Humaitá - Rio de Janeiro - RJ / Brasil / CEP: 22271-040
Tel: 55 21 2463-2692 / Fax: 55 21 2462-3274
Website por RDWEB