Voltar para o topo

Notícias

07/11/18 10:43

Nota de pesar - Georges K. Mehdi

O judô brasileiro amanheceu de luto nesta quarta-feira, 07, pelo falecimento, aos 84 anos, do sensei Georges K. Mehdi, faixa vermelha 9º Dan e um dos pioneiros do judô no Rio de Janeiro.

Francês naturalizado brasileiro, Mehdi dedicou 75 anos da sua vida à prática e ao ensino do Caminho Suave. Ele chegou ao Brasil ainda jovem, na década de 1950, e em seguida viajou ao Japão, onde viveu por 10 anos treinando e estudando judô.

Foi atleta da seleção brasileira de judô pela qual conquistou medalhas de prata e bronze, respectivamente, nos Jogos Pan-Americanos de São Paulo 1963 e Winnipeg 1967 na classe absoluta.

Como professor, Mehdi formou diversos atletas em sua academia e teve atuação destacada como técnico da seleção brasileira de judô nas décadas de 1960 e 1970.

Grandes judocas do Rio, como Flavio Canto e Sebastian Pereira, lamentaram a perda do mestre Mehdi.

"Dia de luto no judô e no meu coração. O Sensei Mehdi se foi. O mais técnico de todos que conheci, com quem tive o privilégio de aprender um pouco do tanto que ele carregava do Caminho Suave. 'Flavinho, quando achar que está rápido, está lento; quando achar que está forte, está fraco; e quando achar que sabe tudo ainda não sabe nada. Só assim você cresce'. Sensei, seu legado continuará vivo por muitas gerações. À família e a todos os privilegiados que dividiram o tatame com ele, todo meu carinho nesse momento tão difícil. Sensei, foi uma honra ter você no meu caminho", disse o medalhista de bronze em Atenas 2004, Flavio Canto.

"Sensei Medhi! Sem palavras para descrever a importância de sua liderança e exemplo para tantas pessoas, tantos alunos e para o judô Brasileiro! Que o senhor possa continuar nos guiando aí de cima como sempre fez aqui conosco. Que o senhor possa descansar em paz", escreveu Sebastian Pereira, atleta olímpico em Atlanta 1996 e medalhista de bronze no Mundial de Birmingham 1999.

O presidente Silvio Acácio Borges, em nome da Confederação Brasileira de Judô, solidariza-se a familiares e amigos neste delicado momento e reconhece o inestimável legado deixado por Georges Mehdi ao judô brasileiro.

Velório e cremação

A cerimônia de despedida do sensei Mehdi será nesta quinta-feira, 08, no Memorial do Carmo (Capela 2), no Rio de Janeiro, a partir das 9h. A cremação será no mesmo local às 14h.

Foto: Luiz Tadeu Duarte





Veja Também
17/11/18 15:35 Eduardo Barbosa e Maria Portela disputam bronze em Haia, mas terminam em quinto lugar 17/11/18 12:48 Brasil vai ao pdio 23 vezes no Campeonato Pan-Americano Sub-13, em Guaiaquil 16/11/18 15:17 Jud do Brasil abre Grand Prix de Haia com prata de Eleudis Valentim 14/11/18 18:04 Em ano de despedida dos tatames, rika Miranda eleita a melhor judoca de 2018 no Prmio Brasil Olmpico 14/11/18 11:02 Exrcito abre vagas para judocas no Programa Atletas de Alto Rendimento 13/11/18 17:44 Brasileiros participam de Campeonatos Pan e Sul-Americanos Sub-13 e Sub-15 a partir desta sexta 13/11/18 14:49 Popole Misenga recebe convite de Yasuhiro Yamashita para treinar no Japo e lutar o Grand Slam de Osaka 12/11/18 18:08 Eduardo Yudy eleito o melhor atleta do Mundial Militar e Tamires Crude leva trofu por ippon mais rpido da competio 12/11/18 12:57 Seleo brasileira embarca nesta tera-feira para a Holanda, onde disputar o Grand Prix de Haia 10/11/18 13:22 Brasil encerra Mundial Militar de Jud com 10 ouros e 7 bronzes, liderando o quadro geral de medalhas
PATROCINADORES
Apoio
PARCEIROS DE MÍDIA
Apoio Governamental
Lei de incentivo ao esporte Ministério do esporte
Apoio
Travel Ace Assistance
Receba novidades da CBJ
Siga-nos nas redes sociais
Confederação Brasileira de Judô
Rua Capitão Salomão, 40 - Humaitá - Rio de Janeiro - RJ / Brasil / CEP: 22271-040
Tel: 55 21 2463-2692 / Fax: 55 21 2462-3274
Website por RDWEB